domingo, 2 de janeiro de 2011

RESULTADOS E FOTOS DO UFC 125: Frank e Gray fazem lutão e empatam! Thiago Silva e Diego Nunes vencem!

Pelo fato da luta principal terem dois "amarrões", o restante do card parece ter sido encomendado para dar show, com lutadores agressivos como Clay Guida, Thiago Silva e Leben. Mas o que se viu foi uma grande batalha na disputa do título, onde os lutadores ganharam o bônus de Melhor Luta da Noite merecidamente.

No card preliminar, quem brilhou foi o brasileiro Diego Nunes (revelação do Floripa/Sul Fight e que já fez parte da equipe Wado De La Riva). Ele enfrentou o TOP até 66kg Mike Thomas Brown e venceu por decisão dividida. O americano começou aplicando uma boa queda e conseguiu segurar o resultado no 1o round. Mas nos rounds seguintes o atleta da Nova União (mesma equipe de José Aldo) entrou prevenido contra as quedas e soltou a sua excelente trocação, alcançando a vitória.

RESULTADOS:

Card preliminar

Jeremy Stephens venceu Marcus Davis por nocaute;
Josh Grispi venceu Dustin Poirier na decisão unânime;
Brad Tavares venceu Phil Baroni por nocaute;
Diego Nunes venceu Mike Brown na decisão dividida;
Daniel Roberts finalizou Greg Soto;
Jacob Volkmann venceu Antonio McKee na decisão dividida.


Card principal

Clay Guida finalizou Takanori Gomi no 2o Round - O cabeludo Guida apostou numa movimentação irreverente para confundir o boxe do japonês e aplicar quedas. Gomi defendeu a maioria das quedas e no 2o round chegou a contra-atacar com uma joelhada no rosto, mas mesmo assim Guida derrubou e conseguiu encaixar uma guilhotina.

Dong Hyun Kim venceu Nate Diaz na decisão unânime - Nos primeiros rounds o judoca asiático esboçava uma trocação e derrubava, segurando bem o adversário no chão, que tentava finalizações em vão. No 3o round Kim cançou e Nate acertou bons golpes, mas não conseguiu definir a luta há tempo e perdeu por decisão unânime.

Thiago Silva venceu Brandon Vera na decisão unânime - Thiago começou os rounds caindo pra dentro da trocação de Vera e derrubando em seguida, e no solo dominava as ações até o final dos rounds. No 3o round Thiago chegou nas costa de Vera, deu tapa com as duas mãos, batucou nas costas do adversário e encerrou o round com socos tão fortes que chegaram a quebrar o nariz de Vera. Mesmo após um ano parado, Thiago volta em grande estilo e fecha a noite com 100% de aproveitamento para os brasileiros.

Brian Stann nocauteou Chris Leben no 1o Round - Leben, agressivo como sempre, partiu para a trocação com Stann. Porém, atacava com a guarda aberta e sem esquivas, sendo alvo dos socos fortíssimos de Stann e indo a knockdown por 2 vezes! A 3a queda veio atravez de uma joelhada. E depois Stann só precisou ficar batendo por cima até o juiz interromper e decretar o nocaute.

Frankie Edgar empatou com Gray Maynard após 5 Rounds - Frank começou o combate usando a sua veloz movimentação para cercar Gray com socos e chutes. E a estratégia ia bem até um cruzado de esquerda de Gray encontrar o rosto de Frank! O dono do cinturão foi a knockdown e começou a sofrer um massacre, mas mesmo grogue e sangrande, surpreendentente conseguiu sobreviver até o final do round. Nos rounds seguintes Frank voltou recuperado e conseguiu acertar bons socos em Gray, além de quedas espetaculares. Mas Gray também teve bons momentos e foi mais agressivo. E ao final do combate os juízes decretaram o empate!


GALERIA DE FOTOS:


Diego Nunes VS. Mike Brown


Brad Tavares VS. Phil Baroni


Clay Guida VS. Takanori Gomi


Thiago Silva VS. Brandon Vera


Brian Stann VS. Chris Leben


Frank Edgar VS. Gray Maynard

...

EPÍLOGO: O cinturão até 70kg continua com Frank, mas uma nova luta será realizada assim que os atletas se recuperarem. Já o futuro de Pettis, que venceu Ben Henderson por pontos após aplicar o famoso chute ninja, é incerto. Ele tem o cinturão até 70kg do WEC e iria unificar com o campeão do UFC 125. Não sabe-se ainda se ele irá esperar o resultado da revanche ou disputará um cinturão interido - se esse for o caso, há nomes em evidência como Sotiropoulos (que enfileirou Stevenson, Pellegrino e Lauzon), Jim Miller (que finalizou Charles do Bronx), Glay Guida (que derrotou Rafael dos Anjos e agora o Takanori Gomi), entre outros. Outro nome que poderá estar chegando forte no bolo é o catarinense Thiago Tavares, caso vença Shane Roller em março, um monstro que recentemente finalizou o ex-campeão Jamie Varner. E para deixar a situação ainda mais sinistra, no final do ano José Aldo deverá subir de categoria caso não hajam mais desafios até 66kg.

...

Referências:

- MMA Weekly; MMA Fighting; Yahoo!Esportes; Canal Combate.

Nenhum comentário: