domingo, 23 de janeiro de 2011

UFC Fight For The Troops II: Guillard atropela Dunhan e Rani Yahya salva o Brasil em evento fora do comum.

Essa edição do UFC foi um evento praticamente fechado, com grande presença de militares e pedido de doações para soldados feridos em guerra. O patriotismo e a valorização dos combatentes podem até ser válidos, mas houveram exageros, como a não exibição das lutas preliminares por causa das propagandas e uma cena bizarra no final: A câmera ficava mostrando uma arma de artilharia pesada mirando o octógono ao invés de mostrar a festa de Guillard após a grande vitória. Mas políticas e apologias a parte, foi um grande evento, repleto de lutas bem movimentadas, finalizações e nocautes - Confira:


Brasil nas Lutas Preliminares

Os brasileiros Amilcar Alves e Williamy "Chiqueirim" Feire perderam por unanimidade para Charlie Brenneman e Waylon Lowe, respectivamente. Mas em seguida Rani Yahya salvou a pátria vencendo o duro Mike Thomas Brown por decisão unânime dos jurados - Outra luta que merece destaque é Yves Edward Vs. Cody McKenzie, que fizeram o melhor combate da noite marcado pelas reviravoltas. O irreverente Cody partiu pra trocação mesmo levando prejuízo, e no 2o round conseguiu levar a luta pro solo de devolveu o castigo com duros golpes. Mas Yves conseguiu reverter a posição e finalizou com um mata-leão, apagando McKenzie.


Lutas Principais

Matt Wiman vence Cole Miller por unanimidade - A luta começou equilibrada com troca de socos e joelhadas no clinche, com Wiman levando uma pequena vantagem graças aos lowkicks. No decorrer da luta a confiança de Wiman foi crescendo, e ele foi soltando seu boxe e batendo forte quando estava por cima. Cole conseguiu sobreviver até o final e perdeu por decisão dos jurados.

Patrick Barry vence Joel Beltran por unanimidade - Beltran começou partindo pro clinche, mas Pat Barry sempre se desvencilhava e contra-atacava com chutes nas pernas e na cabeça. Então Beltran resolveu soltar seu boxe e conseguiu levar vantagem, tirando sangue do adversário. Barry não conseguia definir a luta quado surgia oportunidade e as vezes parecia se distrair no ringue, demonstrando estar sem estratégia e foco. Com isso Beltran foi crescendo no combate. E ao final de 3 rounds, os juízes parecem ter ficado impressionados com os belos chutes de Barry e com uma única montada, dando ao filho de militar a vitória.

Mark Hominick vence George Roop por nocaute tecnico no 1o round - Roop partiu pra cima de Hominick soltando todo o seu repertório de socos, chutes e joelhadas. Já Hominick ficou focado no queixo do adversário e o acertou na primeira oportunidade de contra-ataque, levando Roop a knockdown. Roop levantou e votou pro ataque, mas foi atingido mais vezes, caiu e continuou apanhando, até o juiz interromper o combate.

Matt Mitrione vence Tim Hague por nocaute tecnico no 1o round - Mitrione partiu pra cima acertando socos e chutes dentro da coxa de Hague, que derrubar por diversas vezes e falhou. Em seguida Mitrione encaixou mais socos, levou o adversário a knockdown e ficou batendo por cima até o juiz interromper o combate.

Melvin Guillar vence Evan Dunhan por nocaute tecnico no 1o round - Dunhan esboça uma trocação antes de tentar derrubar, mas sofre um direto no rosto e consegue uma queda no "desespero". Melvin consegue voltar em pé com muita desenvoltura, acerta mais socos e leva o adversário a knockdown! Dunhan levanta e tenta outra queda, mas Melvin se defende da investida, acerta fortes joelhadas e fica batendo por cima até o juiz interromper o combate.


Resultados Completos no Link:
http://www.sherdog.com/events/UFC-Fight-for-the-Troops-2-15120

...
Referências:
Canal Combate;
Sherdog.com.

Nenhum comentário: