sexta-feira, 14 de março de 2014

BlackTrunk Race adiada por atuação radical da AMOCAM.

 (Ataíde Silva, presidente da AMOCAM)

A organização da Black Trunk Race informa que a prova que seria realizada neste sábado (15), foi adiada por motivos jurídicos. O presidente da Associação dos Moradores do Campeche (AMOCAM), senhor Ataíde Silva, realizou uma denúncia junto ao Ministério Público, que foi acatada, resultando em um inquérito civil público.

Mesmo com TODAS as licenças necessárias para um evento desta natureza, tivemos que adiar a prova.

Pedimos as mais sinceras desculpas pelo incalculável transtorno causado a cada atleta. Estaremos no local que o evento seria realizado, a partir das 7h, para prestar mais esclarecimentos.

Gostaríamos ainda de deixar bem claro que ninguém será lesado financeiramente.

Em breve divulgaremos novo local e data da Black Trank Race!

Pedimos a gentileza para quem já retirou o kit, para que devolva o chip na loja Carioca Sport, na rua Deodoro, Centro, ou amanhã, no local da prova. O restante do kit será utilizado na próxima prova.

Mais uma vez, pedimos desculpas pelo transtorno causado e lamentamos a atitude tomada, uma vez que a realização de um evento desse porte só traz benefícios para a cidade de Florianópolis. Atitudes desse tipo só prejudicam a cidade e o esporte local.

Obrigado!

Direção Black Trunk Race.

Documentação (clique para ampliar):





...
Referências:

2 comentários:

isabel disse...

o esporte no brasil é uma porcaria pq nem qd alguem se manifesta produzindo um evento divertido e inofensivo como o Black trunk race, tem pessoas recalcadas e infelizes que estao sempre a postos e dispostas para estragar tudo. isso reflete a ignorancia de alguns brasileiros que por fim se manifesta e atinge uma gama enorme de atletas e esportista. é por esse tipo de gente que há hoje atletas olimpicos tendo que vender camisetas e rifas visando pagar suas passagens aéreas para competir um mundial fora do brasil. é absurdamente ridicula a falta de apoio e interesse das entidades com relação ao esporte de modo geral. estou super desapontada e triste pela organização da prova. esperamos ansiosos pela remarcação do evento. boa sorte e que outros desses infelizes nao cruzem o nosso caminho!

Noticias e Afins disse...

Faltou a documentação da SPU, pois a área é federal.

Mas o evento não foi proibido, só que teve restrições quanto à obras no local. Ele seria vistoriado pelo IPUF depois.

Se possui tudo ok, bola para frente, ops, bota o pessoal para correr.