domingo, 5 de outubro de 2014

Resultados surpreendentes do Aspera Fight 12!


O Aspera Fighting Championship deixou um legado em São José neste sábado graças a três ingredientes: 1) Lutas surpreendentes, 2) A performance do announcer Junior Furtuoso, 3) E a participação do grande público!

Infelizmente dois dos principais lutadores ficaram de fora, Pedro Keller (77kg) se lesionou nos treinos e Alexsander Silvestre (93kg) sofreu uma perda na família, mas os demais lutadores se empenharam e deram um show para os presentes.

SUBMISSION:

Sérgio da Silva finalizou Hallan Cesar com chave-de-pé.
- Sérgio puxo o adversário para a guarda e aplicou raspagens, mas Hallan também sabia jogar por baixo e conseguiu boas reversões. E ao final do disputado combate Sérgio conseguiu aplicar uma cave-de-pé e venceu o combate.

Flávio Junior venceu Matheus Constantino por decisão.
- Flávio jogou por baixo e mostrou uma guarda agressiva, até que conseguiu raspar e saiu na vantagem, conquistando pontos decisivos para vencer na decisão dos juízes.

Willian Ribeiro venceu Amauri Cristóvão por desclassificação.
- Os atletas fizeram um ótimo combate com quedas, raspagens e reversões. Porém, no calor da disputa Amauri aplicou uma chave-de-calcanhar (variação da chave-de-pé que torce o joelho) e foi desclassificado, dando a vitória a Willian.

Soldado Costa finalizou Subtenente Bohn com mata-leão.
- Os representantes do corpo de bombeiros deram um show de movimentação e garra no solo, até que o Soldado Costa conseguiu superar o jogo de Bohn e encaixou um justo mata-leão, finalizando o combate.

MMA AMADOR:

(Thiago "Índio" Arruda, centro, vendeu caro a derrota num dos combates mais disputados do evento - foto de Gustavo Cardoso)

Roger Sinhorelli (Thai Brasil) venceu Thiago Arruda (Wado) por interrupção no 2o round.
- Os guerreiros começaram o duelo trocando golpes em pé. Em seguida Roger partiu pro clinche e desferiu joelhadas, a maioria bem defendida por Arruda. Após mais algum tempo no clinche Arruda conseguiu encaixar uma boa queda e levou o adversário ao solo, mas Roger foi rápido e conseguiu reverter ficando por cima. Arruda defendeu-se bem por baixo, não deixando o adversário progredir para a montada ou nocauteá-lo. No 2o round Arruda voltou mais agressivo na trocação, mas dessa vez foi Roger quem derrubou e alcançou a montada, de onde começou a golpear. Arruda lutou para escapar da montada e tentou revidar por baixo, mas o árbitro optou por encerrar o combate dando a vitória ao duríssimo Roger Sinhorelli.

Rai Jean (Chute Boxe) venceu Adoniram dos Santos (Thai Brasil) por decisão no 2o round.
- Num dos combates mais aguardados os atletas do muay-thai não decepcionaram e fizeram um combate disputado até o fim. No 1o round Adoniram usou sua maior envergadura para aplicar chutes, já Raí soube encurtar bem a distância e encaixou bons socos. No final do round Raí tentou aplicar uma queda e caiu numa guilhotina, mas com o apoio da torcida manteve a calma até acabar o round. No 2o tempo Raí continuou insistindo nas quedas e finalmente derrubou, alcançou a posição de 100kg e ficou golpeando até o fim do combate, vencendo a luta por decisão dos juízes.

MMA PROFISSIONAL:

Paulo Cesar (Astra Fight) finalizou Ueso "Lyoto" San (Irmão Borges) com mata-leão no 1o round.
- Paulo usou sua maior envergadura para aplicar chutes na longa distância. Ueso conseguiu encurtar e tentou uma queda, mas Paulo saiu para as costas e encaixou um mata-leão.

Erick Silva (Astra Fight) venceu Amaurício Galvão (Irmão Borges) por nocaute técnico no 1o round.
- Erick aplicou uma queda logo no início da luta e mostrou ótima desenvoltura no solo, definindo o combate com socos da montada.

Willian Lima (Rangel Farias) venceu Paulo Sérgio Santos (Irmão Borges) por nocaute técnico no 1o round.

- Os atletas fizeram um ótimo combate em pé, onde Willian mostrou uma melhor variedade de golpes. Paulo Sérgio ainda conseguiu aplicar uma queda, mas Willian reverteu assim que tocou no solo e ficou batendo por cima até o fim do round. No 2o round Willian voltou mais agressivo na trocação, derrubou Paulo Sérgio e venceu com socos da montada.

Leo Vitorino (Team Tavares) nocauteou Fernando Ramirez (GF Team) com socos no 3o round.
- Os pesos pesados partiram para a trocação franca e levantaram o público na melhor luta da noite! Vitorino foi mais explosivo e deixou Ramirez bastante ferido, que por sua vez mostrou bastante resistência sobrevivendo aos golpes em pé e no solo. No 2o round Vitorino parecia cansado de tanto bater e reduziu sua movimentação para administrar o gás. E Ramirez, aparentemente assustado com a fúria do gigante, evitou o combate franco e permitiu que o adversário se recuperasse. No 3o round Vitorino pressionou Ramirez e explodiu mais uma vez com uma sequência fulminante de socos, conseguindo o nocaute em menos de um minuto de luta.

Alexandro Carvalho (Vitória Muay-Thai) venceu Douglas Pilati (Prime Fighters - Balneário Camboriu) por nocaute técnico no 3o round.
- Douglas derruba Alexandro e alcança a posição de 100kg, de onde passa a pressionar o adversário. Alexandro consegue voltar em pé e contra-ataca com chute e socos, levando Douglas a knockdow, mas o round acaba na hora e este é salvo pelo gongo! No 2o round Douglas continua insistindo nas quedas e consegue derrubar novamente, mas Alexandro consegue uma bela raspagem e volta em pé, castigando seu adversário com golpes até o final do round. Mesmo desgastado Douglas volta para o 3o round e luta com valentia, mas prossegue sendo golpeado duramente e o árbitro interrompe o combate.

Gelson "Ceará" Magalhães (Fibra Fight Joinville) venceu Marcelo Piazza (Team Tavares) por decisão unânine.
- Piazza utilizou sua maior envergadura para disparar chutes, mas Gelson conseguiu agarrar sua perna e o derrubou no chão, tentando finalizar com triângulos de braço. Piazza evitou bem os golpes e voltou em pé, acertando um chute frontal no rosto de Gelson que ficou grogue! Piazza partiu para cima, mas Gelson mostrou uma incrível capacidade de recuperação e aplicou outra queda, ampliando sua vantagem. No 2o round os atletas permaneceram trocando golpes em pé, com Gelson conseguindo mais uma queda. No 3o round Gelson aproveitou que havia garantido 2 rounds e evitou o combate, andando para trás e circulando no cage, vencendo luta por decisão.


...
Por Thiago "Tubarão" Lapolli.
Redação WadoValeTudo.com.br.

Nenhum comentário: