domingo, 19 de março de 2017

RESULTADOS e VÍDEOS do Áspera 50! Não teve luta ruim.


Pedra, Silvania e Lamarke vencem no 1o Round.
Tirloni e Márcio Lyoto fecham evento com vitória catarinense.

A casa já estava cheia para o card de MMA e depois ficou lotada com o início do card principal. O evento começou bem com uma luta espetacular entre Robson Pedra e André Dias, e prosseguiu assim até o final. Quem não pode ir ao show ou assistiu apenas as últimas lutas pelo Esporte Interativo, pode acompanhar essa resenha exclusiva de cada duelo:

 (Silvani "Leoa" sendo anunciada por Junior Furtuso, que se tornou umas das atrações do show com sua performance incansável)

Resultados do Card de MMA

Robson Pedra (Wado DeLaRiva)  venceu André Dias por nocaute técnico no 1o Round.
- André começou agressivo e aceitou a trocação franca contra Pedra, levantando o público já na primeira luta. Na metade do round Pedra conseguiu encaixar melhor os seus golpes e André caiu, obrigando o árbitro a interromper o combate.

Márcio Ceará (Astra Fight Team) venceu Lucas Santana (GFTeam) por nocaute técnico no 1o Round. 
- Lucas avançou com chutes e socos, mas Ceará se esquivou de todas as investidas e contra atacou com golpes fortes. Lucas caiu duas vezes e a árbitra Charyana quase interrompeu o combate. Ceará chegou a parar de bater, mas vendo que Lucas ainda se defendia a árbitra deixou prosseguir. Após mais uma sequencia de socos no solo Ceará finalmente venceu por interrupção.


Jean Silva (Kingdom Thai) venceu Anderson Renan (Nova União) por nocaute técnico no 2o Round.

- Jean Silva, atleta do veterano Rodrigo Dragão, trocou golpes com Anderson e tentou aplicar uma queda, mas o adversário estava atento, reverteu a situação e pegou as costas! Jean se defendeu de uma série de estrangulamentos e conseguiu terminar o round batendo por cima. No 2o Round Jean encaixou melhor a queda e venceu desferindo golpes por cima. 
 

Lucas Amaral (Astra Fight Team) venceu Joselanio Freire (GFTeam) por finalização no 1o Round.
- O atleta da GFTeam estava disposto a trocar golpes, mas Lucas foi rápido e colou no adversário para derrubar. Joselanio estava com uma ótima base e não caiu, então Amaral mostrou grande versatilidade e escalou as suas costas. E após ficar alí por um bom tempo conseguiu finalizar o adversário em pé! Apesar do combate ter sido rápido foi intenso, onde os jovens mostraram que tem futuro.



Mateus Lamarque (Wado DeLaRiva) venceu Denilson Soneca (GFTeam) por finalização no 1o Round.
- Os jovens estreantes trocaram golpes em pé como veteranos! Lamarque então encaixou um chute no rosto, mas Denilson assimilou bem o golpe e aplicou uma queda. Lamarque manteve o foco, se ajeitou por baixo e encaixou um lindo armlock em Soneca.


Silvania Monteiro (Wado DeLaRiva) venceu Indianara Índia (Machado FT) por nocaute técnico aos 24 segundos do 1o Round.
- Indianara Índia vinha de vitória no Chico Mendes Fight II, onde mostrou um bom jogo de solo, mas a "Leoa" não quis saber de chão e derrubou a adversária com uma sequencia forte de chutes e socos, mostrando sua versatilidade e vencendo por interrupção da árbitra central.

Marcelo Hulk (Rangel Farias)  venceu Cosme Lima (Rillion Canoinhas) por nocaute técnico no 2o Round.
-  Hulk começou com sua agressividade característica, encaixando socos e aplicando uma queda. Cosme mostrou um queixo duríssimo e um bom jogo de solo, conseguindo escapar das investidas e contra-atacando. No 2o round Marcelo Hulk conseguiu se estabilizar melhor no solo e venceu por nocaute técnico.
 


Lincoln Henrique (Astra Fight Team) venceu Marcio Muller (GFTeam) por nocaute técnico no 1o Round.
- Muller, aos 48 anos, mostrou estar em forma e partiu pra cima de Lincoln na última luta do card preliminar. Os atletas trocaram chutes e Lincoln conseguiu aplicar uma queda. Muller tentava se levantar, mas sofreu duros golpes e teve seu supercílio aberto, obrigando o árbitro a interromper o combate.

Card Principal

Giacomo Lemos (Rangel Farias) venceu Helton Cruz (Neo Dojo) por nocaute técnico no 2o Round.
 - Os gigantes trocaram alguns golpes em pé e Giacomo tentou aplicar uma queda. Mas o experiente Helton segurou o adversário no clinche e encaixou uma joelhada seguida de socos! Giacomo sentiu os golpes, mas mostrou muita garra e se defendeu até o fim do round. No 2o round Giacomo mudou a estratégia e partiu pra trocação, conseguindo uma sequencia forte de socos e vencendo por interrupção.




Saimon Oliveira (Astra Fight Team) venceu Luan Duarte por finalização no 1o Round.
- Luan mostrou um muay-thai afiado desferindo bons chutes e socos, mas se empolgou e aplicou uma queda para definir a luta por cima. Saimon, que estava muito atendo, encaixou um guilhotina com ótima precisão e apagou o adversário, obrigando o árbitro Isaky Coelho a interromper o combate.



Gisele Moreira (Chute Boxe) venceu Karol Rosa (Fight Society) por Decisão Majoritária.
- Gisele encarou a duríssima Karol Rosa, invicta com 5 lutas, e mostrou uma ótima movimentação em pé, conseguindo encaixar um maior número de golpes e aplicando uma boa queda. No segundo round foi a vez de Karol derrubar e acabar por cima. E no round final, que transcorreu em pé, Gisele teve o domínio do centro do cage, vencendo por Decisão Majoritária (1 juíz lateral deu emparte e 2 vitória para Gisele).


William Lima (Rangel Farias) venceu Alexandre Firmeza (Pinheiros Team) por nocaute técnico no 1o Round.
- É difícil definir qual foi a melhor luta da noite num evento com tanta ação, mas talvez essa mereça a indicação. O show começou já na entrada com a forte manifestação das torcidas e a encarada tensa entre os campeões. Assim que o árbitro autorizou ambos partiram para a trocação franca e um golpe do Willian encaixou melhor, derrubando o adversário! Firmeza mostrou uma resistência sobrenatural aos golpes, escapou de guilhotina, mata-leão e voltou em pé, prosseguindo com a trocação. Porém, Willian percebeu que Firmeza ainda estava grogue e não hesitou, encaixando um sequencia de socos e obrigando o árbitro a interromper o combate.

Ricardo Tirloni (Astra Fight Team) venceu Fabrício Alagoinhas (Nordeste MMA) por finalização no 2o Round. - Alagoinhas começou o combate conectando bons lowkicks e socos por cima da guarda. Já Tirloni, que substituiu Tavares, levou perigo ao nordestino com chutes altos e joelhadas. No 2o round Tirloni simulou outra troca de golpes e surpreendeu com uma queda. Em seguida o vencedor do Bellator dominou as ações por cima e finalizou com um Triângulo de Mão, mostrando estar em ótima forma apesar de um ano parado.
 


Márcio Lyoto (Team Tavares) venceu Marcus Tatu (Sinergy Fight) por Decisão Unânime.
- O gaúcho Tatu mostrou muita personalidade durante a luta, não se intimidando com os chutes fortes de Lyoto e chamando o mesmo para a trocação franca. Mas o experiente ex-lutador do UFC manteve-se focado e aplicou seu eficiente jogo de bater e sair, chegando a conseguir um knockdown com chute alto no 2o round! Tatu se recuperou rápido e conseguiu se defender até o final. Lyoto manteve a pressão e venceu por decisão unânime.

 (Lyoto catarinense acertando o duro Tatu - foto de Jorge de Oliveira)

VÍDEOS








NOVIDADES:

  • Em Maio teremos mais uma edição do Floripa Fight, evento pioneiro em SC que é realizado desde 2005!
  • Há também rumores sobre o retorno do São José Super-Fight.
  • Fiquem atentos que o show deve continuar. 

...
Tubarão.
Redação WVT.

2 comentários:

Emerson disse...

Poderiam postar o vídeo da luta do Jean Silva?

Jiu-Jitsu Floripa disse...

Foi uma ótima luta, mas infelizmente não tenho esse vídeo.
Se aparecer eu publicarei. Obrigado por prestigiar a página.

Tubarão.