sábado, 24 de outubro de 2020

Nação Cyborg 7: Silvania perde por pontos em noite polêmica.

Campeãs fazem 05 rounds de MMA no Nação Cyborg.

A atleta Aline Pires entrou enorme no cage, conseguindo manter sua força mesmo descendo de categoria, mas Silvania Leoa não se intimidou e partiu pra cima acertando bons socos. Aline assimilou bem e começou a disparar chutes de uma distância segura para abrir vantagem nos rounds. E em duas vezes que a Leoa entrou em queda a adversária conseguiu reverter e cair por cima, mostrando muito preparo pra se defender. No fim do combate a Silvania conseguiu encaixar uma queda e finalmente cairia por cima, mas a adversária segurou na grade, evitou cair por baixo e, por imprudência do árbitro, não foi penalizada! Em seguida Aline conseguiu manter o domínio até o final e conquistou o título até 48kg.

Silvania estava há 03 anos sem lutar MMA e ainda assim fez 05 rounds contra uma atleta duríssima. A representante de Florianópolis promete voltar com tudo e já tem nova luta marcada para novembro.

 

ALUNO DE MARCELO BRIGADEIRO VENCE COM PEDALADA ILEGAL, MAS APÓS CRÍTICAS MUDAM PARA “NO CONTEST” (SEM RESULTADO).

 


O casca-grossa Wagner Lima (18 lutas, sendo 13 vitórias), aluno do grande treinador Marcelo Brigadeiro, encarou o também experiente Irmeson Oliveira (22 lutas, sendo 16 vitórias), da Evolução Thai. Wagner mostrou superioridade e dominou completamente o adversário, mas no final da luta, ao perder uma montada e cair por baixo, desferiu duas pedaladas no rosto do adversário. Irmeson desabou na hora com novos ferimentos no rosto e sem condições de retornar a luta. E como Wagner havia vencido os rounds anteriores a arbitragem decidiu contabilizar as papeletas que já estavam prontas e dar vitória ao mesmo.

O Wagner estava vencendo a luta com facilidade, então se percebe que a pedalada foi feita de maneira instintiva para se defender. Mas ainda assim foi um golpe intencional e desferido de maneira voluntária, e não se poder vencer com isso. A sua vitória gerou duras críticas dos próprios narradores e comentaristas tanto do Facebook do evento como da Band Sports, além de reclamações dos fãs. A própria Cris Cyborg se manifestou contra o resultado, explicou que o corpo de arbitragem não é do evento e que teriam que recorrer para mudar a decisão, o que felizmente deu certo.

 

 ALEANDRO MUCA (PRVT) É “GARFADO” CONTRA JOÃO PAULO SANTOS E LUTA ESTÁ EM ANÁLISE.

Outra luta que gerou muita reclamação dos fãs e perplexidade por parte dos locutores da Band Sports foi a vitória de João Paulo (Team Bronx) por decisão. Na visão de todos que acompanharam o combate o atleta Aleandro “Muca” Caetano (PRVT) foi superior durante todo o combate. Ele cansou no final e João Paulo teve bons momentos, mas até ali já havia dominado a maior parte da luta. O resultado da luta foi suspenso e está em análise.

 

CLEVINHO VENCE SEGUNDA LUTA EM UMA SEMANA!


O atleta Cleverson Luis Candido vinha de derrota para o multicampeão uruguaio Juan Gonzalez em 2019, e estava desde então sem lutar. Mas em outubro ele recuperou o tempo parado vencendo dois combates de maneira fenomenal. Primeiro derrotou Lucas Pereira Arce por Nocaute Técnico no Adventure Fighters, em seguida foi chamado em cima da hora para substituir um lutador no Nação Cyborg 7 e venceu Kleison Castro da Silva por finalização. Agora o atleta soma 13 lutas e 09 vitórias, sendo todas no 1º round!

 

AVALIAÇÃO: EXCELENTE EVENTO.

A maioria dos combates correram de forma perfeita e o evento deu oportunidades a muitos atletas talentosos! Uma vitória com pedalada ilegal e decisão sem sentido são acontecimentos ruins, mas é raro ver a organização de um evento recorrendo dos próprios resultados para mudar a realidade. Cris Cyborg deu um exemplo de humildade e seu evento cresce muito com isso. O show teve muitas lutas e algumas de 05 rounds, e talvez isso tenha sido cansativo para o árbitro central e juízes laterais. A sugestão é que a comissão de arbitragem reúna profissionais voluntários para revezar essas funções, com cada grupo trabalhando em blocos diferentes do card. Provavelmente assim a atenção seja redobrada. Deixo os parabéns ao evento pela qualidade, pela coerência e estamos ansiosos pelo Nação Cyborg 8!

 

Por Thiago Tubarão.

Ex-colaborador do Portal do Vale-Tudo e Sul Tatame;

Redator da página WadoValeTudo.com.br;

Organizador do evento Titãs Boxe.

 

RESULTADOS COMPLETOS:

Disputas de título:

66 Kg: Lerryan Douglas venceu Emerson Rios na decisão unânime dos juízes.
48 Kg: Aline Pires venceu Silvania Monteiro na decisão unânime dos juízes.
61 Kg: Matheus Correia venceu Janderson Alicate na decisão unânime dos juízes.

GP Road to Bellator MMA:

61 Kg: Silas Alves venceu Carlisson Negueba na decisão dividida dos juízes.
61 Kg: Wágner Lima vs. Irmeson Oliveira – NO CONTEST
61 Kg: Arivaldo Carniça venceu Diego Santos por nocaute técnico aos 20 segundos do terceiro round.
61 Kg: João Paulo Santos vs. Aleandro Murca – RESULTADO EM REVISÃO

Lutas casadas de MMA:

61 Kg: Cleverson Candido finalizou (mata-leão) Kleison Silva aos 1:30 do primeiro round.
61 Kg: Maycon Alcino finalizou (mata-leão) Pedro Henrique aos 1:30 do primeiro round.
63 Kg: Natan Ziele venceu Bryan Hansen na decisão dividida dos juízes.
52 Kg: Thay Avatar venceu Sarah Barwick na decisão dividida dos juízes.

Lutas casadas de Kickboxing:

57 Kg: Luis Felipe Vigarista venceu Andrew Bonfim na decisão unânime dos juízes.
61 Kg: Carlos Felipe venceu Gislei Ramos na decisão unânime dos juízes.
55 Kg: Aline David e Pepê Duarte empataram após três rounds.
55 Kg: Kezia Zayons venceu Shirley Fontana na decisão unânime dos juízes.
66 Kg: Jonathan França venceu Arturo Fumaça na decisão unânime dos juízes.
66 Kg: Kaike Weigert venceu Pedro Junior na decisão unânime dos juízes.
70 Kg: João Saldanha nocauteou Halecks Machucador no segundo round.


Fonte dos resultados: https://revistapegada.com.br/nacao-cyborg-7/

Vídeo das lutas: https://www.facebook.com/watch/?v=259663348784832

Análise Silvania X Aline: https://youtu.be/cz4yzBAPkXI

Análise Wagner X Irmeson: https://youtu.be/z5s4bxuxxmU

...

Redação WVT.

Nenhum comentário: